Diretor-Presidente da SEICHO-NO-IE DO BRASIL

José Adalton de Oliveira

“Faça algo que possa deixar este mundo melhor”

Estimado(a) Internauta,
Minhas reverências!

É muito comum as pessoas dizerem que “nascemos neste mundo com uma missão de vida e que temos que encontrar esta missão. Que todos nós temos um propósito de vida ou ainda que devemos fazer algo que seja útil a grande número de pessoas”.

Estas palavras soam de formas diferentes de acordo com a idade de cada pessoa. Acredito que a primeira vez que ouvi algo semelhante foi na minha adolescência. Confesso que na época não compreendi o que a pessoa estava querendo me dizer, pois parecia que ela queria me “vender” uma ideia ou uma crença. À medida que fui compreendendo as pessoas e o mundo estas palavras passaram a fazer sentido para mim, mesmo sem saber ao certo que caminho eu devia seguir.

A adolescência e a juventude são fases de nossas vidas que “tudo ferve nas nossas cabeças”, e parece que ninguém entende o que pensamos.

Mas tive a felicidade de conhecer os ensinamentos da Seicho-No-Ie com dezenove anos de idade, e logo em seguida comecei ler os livros: O Livro dos Jovens, Leve Avante sua Vida e Dinamize sua Capacidade – todos eles de autoria do Sagrado Mestre Masaharu Taniguchi. Estes livros são indicados para “jovens” de todas as idades, e você pode adquiri-los através da nossa livraria virtual. Pode ainda presentear um jovem e transformar a vida dele (clique aqui e confira nossa literatura na Livraria Virtual da Seicho-No-Ie).

Através da leitura destes livros compreendi que nascemos aqui para oferecer a nossa contribuição ao mundo, que tudo começa através da nossa capacidade de sonhar, que o pensamento é a força motriz da vida, e que o verdadeiro valor desta vida é definido pela quantidade de benefícios que oferecemos ao próximo. Mas também, que tudo começa pela ação. Agir no local em que estamos neste momento é o caminho do sucesso. Você pode começar com algo pequeno, mas com um ideal grandioso na sua mente!

A partir daquele momento adotei uma nova visão de mundo e decidi que eu seria feliz nos mais variados aspectos da minha vida, pois havia compreendido que todo ser humano deseja ser útil, ser reconhecido, ser elogiado, ser amado e ser livre.

Peço que pare um pouco de ler agora e faça o seguinte exercício mental:

– Pergunte a si mesmo as frases que seguem abaixo e fique uns 30 segundos observando as respostas que virão do seu subconsciente ou do recôndito da sua alma. Então pergunte para si mesmo:

“Eu gosto de ser livre?” – Feche os olhos e fique uns 30 segundos observando o que se passa dentro de você.

Novamente pergunte:

“Eu gosto de ser amado(a)?” – Feche os olhos e repita o processo de ficar 30 segundos de olhos fechados e observe o que se passa no seu íntimo.

“Eu gosto ser elogiado(a)?” – Repita o processo…

“Eu gosto de reconhecido(a)?” – Repita o processo…

“Eu gosto de ser útil?” – Repita o processo…

Você pode ainda fazer as perguntas e escrever as respostas que vêm do seu interior em um diário ou em um caderno, de tal modo que possa observar os registros com o passar do tempo.

Todo ser humano tem estes cinco desejos em maior ou menor grau em cada um deles. É normal desejarmos um elogio, o reconhecimento, o amor das outras pessoas e a liberdade. Todavia, estes desejos são aqueles que afagam o nosso ser, mas se tratam de algo que desejamos muito que os outros nos façam. A Lei da Vida é “Dá e receberás”. Existe um desejo que só é satisfeito quando oferecemos ao outro: é o verbo “dar” ou a ação de oferecer, contribuir, que se refere ao desejo de ser útil.

Se desejamos encontrar o nosso verdadeiro propósito de vida temos que pensar em como “fazer algo que possa deixar este mundo melhor”. Em seguida, devemos agir para a concretização deste algo, no ponto em que nos encontramos agora. Não temos que esperar chegar “amanhã”, tem que ser hoje! Isto significa ser útil.

Muitas pessoas desejam a riqueza e outras, hoje em dia, ensinam como ser milionário. Aprofundar em estudos sobre a circulação e o funcionamento da riqueza é algo importante, mas não podemos incorrer no erro de sedimentar a nossa crença na matéria. Qualquer riqueza material conquistada neste mundo permanecerá neste mundo no dia em que daqui partirmos para outro plano.

Observe que os ensinamentos da Seicho-No-Ie dizem: “a matéria não existe”. No livro A Verdade da Vida, v. 8, à pág. 143, 17ª imp. revisada, encontramos o seguinte: “‘Ser rico’ significa ter algo com a função de beneficiar o próximo em grande quantidade. O que tem a função de beneficiar o próximo – isso é amor; e, quando colocamos em prática esse amor, ele se transforma em ‘riqueza’”.

Dessa forma, podemos compreender que quando somos úteis aos outros através dos dons, aptidões e qualidades que possuímos, e quando estes são colocados à disposição da sociedade humana, transformam-se em riqueza, fortuna e abundância. Ou seja, nascemos para servir não para simplesmente sermos servidos.

Muitos nasceram para colaborar e trabalhar em instituições públicas ou privadas. Vinculando-se a estas instituições e sendo úteis com as suas aptidões, estas organizações tornar-se-ão mais fortes e mais úteis à sociedade. Outros nascem com o dom da arte e fazem com que o mundo fique mais alegre, mais bonito e mais belo com a genialidade dos artistas. Outros têm a missão de empreender, de abrir ou adquirir um negócio próprio. A maior parte das nossas relações humanas acontece através do nosso meio profissional e é por meio da nossa profissão que temos a maior oportunidade nas nossas vidas: de sermos úteis.

E por outro lado, se desejamos ser mais amados, elogiados, reconhecidos e livres, temos que dar o primeiro passo em amar, elogiar, reconhecer e oferecer a liberdade às pessoas mais próximas de nós, que são os nossos familiares. Comece o treino em casa e estenda para os seus colegas de trabalhos e assim por diante. Em muito pouco tempo começará a receber a retribuição de tudo o que está oferecendo para as outras pessoas.

Pense em algo que possa fazer hoje, e faça! Faça algo por você mesmo ou por alguém próximo de si. Sentirá uma alegria brotar em sua alma. O segredo do sucesso está em fazer em primeiro lugar “a primeira coisa”, e, em segundo lugar “a segunda coisa”.

Novas reverências,

José Adalton de Oliveira

Mensagens anteriores

Mensagem dos Presidentes da Seicho-No-Ie para o mês de abril

A oração na vida prática

Diretor-Presidente da SEICHO-NO-IE DO BRASIL José Adalton de Oliveira A oração na vida prática Estimado(a) Internauta, minhas

Mensagens