Ser ou não ser?

Saber quem somos ou o motivo de estarmos aqui dá sentido à nossa vida, não é mesmo? Quando não temos certeza de quem somos ou de quem queremos ser, parece que ficamos perdidos e muitas perguntas surgem em nossa mente: “Este curso ou aquele? Devo continuar nesse trabalho? Gosto dessa pessoa mesmo ou não?”. Tem momentos que as pessoas exigem nossa independência, protagonismo e autonomia, e, em outros, parece que não podemos decidir e nem fazer o que queremos. São muitos os dilemas que vivenciamos e todos eles fazem parte do nosso amadurecimento, não tem como fugir. O que podemos fazer é aprender com essas situações e enxergá-las como oportunidades para o processo de autoconhecimento e crescimento.

Separamos  algumas dicas que podem contribuir com esse caminho, tornando mais leve essa jornada do “ser ou não ser”:

Não imite os outros

Dê valor e desenvolva seus próprios talentos, estabeleça metas e vá atrás delas com coragem e autenticidade. Não imitar não significa desvalorizar o que os outros fazem, mas, sim, valorizar a própria personalidade e desse modo acrescentar algo de novo e bom ao mundo.

Fortaleça a conexão com Deus

Busque sentir a presença de Deus em seu dia a dia. Feche os olhos, fique em silêncio e chame por Deus por meio de uma oração ou da Meditação Shinsokan. Você perceberá que uma força grandiosa existe dentro de você e sentirá uma grande paz.  Com essa  energia positiva você conseguirá enfrentar todos os dilemas e descobrirá cada vez mais o quanto é uma pessoa boa e importante para o mundo.

Pense, escreva e fale palavras positivas

Na Seicho-No-Ie aprendemos que tudo que pensamos, escrevemos e falamos são vibrações que impactam diretamente em nossas vidas. Por exemplo, se pensamos constantemente que somos tímidos, essa vibração se concretiza e a timidez se acentua. Por isso, incentivamos sempre a afirmar palavras positivas para atrair fatos da mesma vibração. Por isso, se você está confuso sobre alguma decisão a ser tomada, afirme diariamente: “A Sabedoria de Deus flui em meu interior e me orienta. Deus, muito obrigado por me mostrar o melhor caminho a seguir”.

Lembre-se e pratique diariamente cada uma dessas dicas. Com certeza, todas as dúvidas serão respondidas e você viverá de forma autêntica e original. Conte com a gente para o que precisar, tá bom?

Deixe uma resposta