4 dicas para uma leitura ativa e consistente

Ler é um dos melhores hábitos que o ser humano pode desenvolver ao longo da vida. Além de ampliar nossos conhecimentos acerca de diversos assuntos, estimula a concentração e deixa o cérebro ainda mais ativo.

É verdade que ler é essencial, mas algumas pessoas podem sentir inconsistência em sua leitura, ou seja, falta de compreensão do conteúdo lido. Felizmente, temos técnicas para desenvolver o hábito da leitura com qualidade. Vamos lá?

  1. Como compreender com clareza o conteúdo lido?

Você já teve a sensação de ler um texto e, ao final, perceber que não entendeu a mensagem? Isso pode acontecer com algumas pessoas. Mas tudo bem! Existem técnicas a serem aplicadas na leitura que ajudam a proporcionar a sensação de entendimento. Aí vão elas:

  1. Manter-se concentrado, livrando-se das distrações, já é 50% do caminho! Evite utilizar o celular ou assistir televisão enquanto lê, por exemplo. Assim, sua atenção estará voltada para o que realmente importa naquele momento.

  2. A sugestão é que seja feita uma primeira leitura de um tópico do texto ou livro, para trazer ao leitor uma noção inicial do conteúdo. Esse é o momento de se inteirar do assunto, e não de se atentar a pequenos detalhes. Feito isso, retorne ao tópico fazendo uma segunda leitura para ampliar a compreensão do que se trata. Uma boa estratégia é utilizar cores para grifar nesse segundo momento. Categorize cores segundo suas necessidades, por exemplo: conceitos, exemplos, exceções, etc. A ideia é que, quando grifamos, focamos toda nossa atenção na atividade, não sobrando espaço na mente para divagar.                        

  1. Como consolidar melhor os conteúdos lidos?

Aqui estamos na fase em que já lemos o conteúdo e o compreendemos, mas, dependendo do assunto, talvez seja preciso uma última leitura do tópico. Nesse caso, lê-se somente o que foi grifado. Por isso, a repetição, em alguns casos, é necessária. Repetir, no sentido aqui explanado, é dialogar com o conteúdo. Ou seja: nessa terceira leitura, o objetivo é focar a atenção nos grifos, dialogando mentalmente para que ocorra finalmente a fixação.

A solidificação  do conteúdo envolve também outro aspecto: a revisão. Após um período de tempo, pode ocorrer de esquecermos o que foi lido, mesmo que se tenha feito todas as etapas anteriores. Isso ocorre principalmente quando a leitura que se faz é mais técnica, por exemplo, ou caso tenha como objetivo decorar alguns trechos. Nesse caso, estipule revisões para reler os grifos e manter o assunto sempre memorizado. As revisões podem ser semanais, quinzenais, e até mensais. Cabe ao leitor estipulá-las.

  1. Como fazer da leitura um hábito?

Até que se torne um hábito, disciplina é um ponto importantíssimo. Que tal escolher um livro e dividir a quantidade de páginas dele pela quantidade de dias que você almeja concluí-lo? Assim, você tem aquela meta diária para cumprir. Este é um grande incentivo! Quando você menos esperar, terá sempre na “cabeceira” um livro para ser lido diariamente.

  1. Perceba quais são seus maiores desafios e foque nas soluções deles

Se você ainda sente dificuldades com a rotina de leitura, mas decidiu determinadamente desenvolver esta habilidade, perceba em sua rotina qual seria o melhor momento do dia para ler. Para ilustrar, imagine que você seja uma pessoa bem diurna e sinta muito sono ao cair da noite. Nesse caso, não é uma boa estratégia deixar para fazer sua leitura no período noturno. Prefira acordar um pouco mais cedo que seu horário de costume, pois as chances de você cumprir a meta diária serão bem maiores.

 

Essas foram dicas simples para otimizar a qualidade de sua leitura. Esperamos que você perceba a infinidade de sua capacidade e consiga se aprimorar cada vez mais!

Deixe uma resposta