Onde está o nosso lixo?

04 lixo 1 Onde está o nosso lixo?

Pela Preletora em Grau Júnior Jamile Santana Sousa, Regional BA-BARRIS.

Alguns dos possíveis destinos dados ao nosso lixo são: a incineração, usinas de reciclagem, usinas de compostagem, os aterros sanitários e os lixões, sendo estes dois últimos os mais utilizados para o descarte de resíduos. De acordo com IBGE, 73% do lixo é depositado a céu aberto e como consequência temos graves problemas que impactam à saúde e ao meio ambiente, devido à contaminação do ar, água, solo e à propagação de vetores que causam doenças.

O fato é que não podemos apenas saber de tudo isso e não nos sensibilizamos para uma consciência de cuidar de nossa casa comum, o planeta Terra. Afinal, se nós não jogamos o lixo por qualquer canto da casa, por que fazemos isso na natureza que também é nosso lar? Mesmo com a elaboração de políticas públicas e programas governamentais, cuidar do meio ambiente é uma responsabilidade nossa e não podemos nos isentar dela. 

Então você pode se questionar: “O que posso fazer para mudar esse cenário?”. Inicialmente você pode achar que sua ação isolada não terá impacto nos 70 milhões de quilos de lixo descartados diariamente em nosso país. Mas, pasme:  o Brasil é o 4º maior produtor de lixo no mundo inteiro. Triste, não é? Em média, uma pessoa produz cerca de 1kg de lixo por dia e o descarta de modo inapropriado. Então, sim, cada ação individual impacta positivamente no todo! 

Para iniciarmos uma mudança, precisamos observar nossos hábitos e nossas decisões diárias. Em um primeiro momento, a redução de resíduos está diretamente ligada aos hábitos de consumo. Por isso, antes de adquirir um objeto se questione se você realmente precisa dele. Será que não há um substituto menos agressivo ao meio ambiente? Dessa forma, estamos pensando tanto no agora, como  no futuro de nossa geração. 

E que tal buscar pontos de descarte ecológico para suas pilhas, baterias, óleo de cozinha etc.? O meio ambiente com certeza agradece!

Evitar o uso de produtos descartáveis também é uma alternativa muito relevante, como consumir menos sacos plásticos por exemplo. Opte por sacolas de pano, que podem ser reutilizáveis, para realizar as compras.

Até mesmo o seu resíduo orgânico pode se transformar em adubo para suas plantas, usando sobras de comida e cascas de frutas (você pode saber mais sobre compostagem, clicando aqui). De repente você  se empolga e faz uma hortinha caseira! (E, sim, também temos artigos sobre horta em casa, para saber mais clique aqui)

Temos que despertar para o ser humano da Nova Civilização, nos conscientizando que não há eu e o outro, não existe lá fora e aqui dentro. O que realmente existe é que Deus, Natureza e seres humanos são unos. Cuidar de mim é cuidar do meio ambiente, é cuidar de todos os seres, é cuidar da nossa casa