Horta urbana e a importância do contato com a natureza

WhatsApp Image 2020 11 20 at 23.53.41 e1605927283203 Horta urbana e a importância do contato com a natureza

Bate-papo com Vitor Augusto, Regional SP-  São Miguel Paulista

De onde surgiu o desejo de fazer uma horta em casa?

Desde que me entendo por gente, uma das coisas que mais gosto de fazer é estar em contato com a terra e com as plantas. Quando eu era criança, uma das minhas diversões, quando passava os finais de semana na casa do meu pai, era ajudar minha avó a cuidar do quintal e brincar entre as 7 árvores que ficavam nos 28 metros quadrados de terra que tinham nos fundos. Além disso, a maioria das casas que morei com minha mãe e meus avós tinham um quintal de terra, jardim ou canteirinho com alguma árvore frutífera, hortaliças ou temperos e quando não, os vasos de plantas nunca faltavam.

Mesmo vivendo na Vila Curuçá, extremo leste da capital paulista, onde há pouco espaço de terra que não esteja encoberto por cimento ou asfalto, cresci rodeado de plantas e aprendi desde criança, com minhas avós e minha mãe, a reconhecer o amor que nos une a elas.

Foi em 2018, por conta da greve dos caminhoneiros, que decidi fazer uma horta orgânica em casa. Já tinha participado de algumas atividades do Clube da Horta Orgânica, promovidas pela AJSI/BR, seminários e outros eventos, e um dos pontos que o clube incentiva é o consumo de alimentos de produtores locais. A falta de alimentos nos mercados, por conta das paralisações, me fez refletir ainda mais sobre o estilo de vida que estamos levando e a pouca ligação que temos com os alimentos. Em meio a essas reflexões, em maio de 2018, participei do seminário do DJE e decidi que me dedicaria, dali para frente, a mudar isso de alguma forma. Sem saber como começar, dei o primeiro passo por onde parecia mais fácil: fazer uma horta orgânica em casa. Por falta de espaços com terra, a alternativa foi plantar em vasos.

Qual a sensação que você tem ao ter contato com a natureza?

O contato com a natureza traz a sensação de plenitude, pois a Vida de Deus que está ali faz vibrar a Vida de Deus que há em nós. Ter uma horta proporciona muitos aprendizados, como por exemplo ter mais atenção, foco e a felicidade de cuidar de outra vida que transforma nossos esforços em beleza. As plantas crescem e florescem, oferecendo o máximo delas, sem esperar nada em troca

Dizem por aí que uma casa sem plantas é como se fosse uma casa sem vida, você acredita nesta afirmação?

Independentemente do tamanho da sua horta, até mesmo em uma sementinha minúscula está presente o que há de mais belo nesse mundo e que se manifesta de diversas formas, fazendo vibrar nossa alma simplesmente por observá-las. Eu não diria que uma casa sem plantas é uma casa sem vida, mas, com certeza, uma casa com plantas tem muito mais vida e alegria, porque elas são manifestações da Vida de Deus.

Poder comer algo que nós plantamos, vimos nascer, cuidamos e colhemos, traz uma satisfação incrível, e poder partilhar isso com outras pessoas é ainda melhor!