O empreendedorismo no novo normal

A pandemia da Covid-19 trouxe mudanças em nossos hábitos, proporcionando uma reflexão sobre a nossa atuação pessoal e profissional no ambiente em que vivemos.

O mundo corporativo precisou adaptar-se à nova realidade para desempenhar suas atividades e continuar existindo, porém, de uma forma diferente. Com o advento tecnológico, para alguns setores e empresas, o trabalho remoto tornou-se um caminho sem volta, causando quebras de paradigmas nas formas exercidas anteriormente, que eram exclusivamente presenciais.

Dentro de cenários cada vez mais disruptivos, a forma de empreender também está em constante transformação, neste contexto, surgiram várias oportunidades para praticar o empreendedorismo e atender às novas demandas. As oportunidades estão em todos os lugares, no ar, na terra, no fundo do oceano, na indústria, no comércio, na zona rural, enfim, basta ter a sensibilidade para vê-las e senti-las. Para isso, o segredo é simples: basta dedicar amor a tudo que faz e diz. Utilizando a chave “amor” abre-se qualquer porta!

Eventualmente este novo normal trouxe um desequilíbrio emocional para algumas pessoas, seja por causa do desemprego ou por quaisquer outras dificuldades pessoais Não devemos perder a calma em momentos críticos. Nos momentos de perigo é importante manter a calma para tomar as decisões mais adequadas às circunstâncias. Quem já acumulou inúmeros problemas na vida e os superou, não se abala diante de novos problemas. Havendo equilíbrio emocional, há também equilíbrio do corpo e da ação. É possível obter a calma e o equilíbrio interior através do enfrentamento prático de vários problemas e ao mesmo tempo fazer a Meditação Shinsokan, repetindo para si mesmo, “Sou Filho de Deus, portanto, possuo força para superar quaisquer dificuldades”. 

Na p. 90 do livro Todos Podem Ter Sucesso, o  prof. Katsumi Tokuhisa diz que progredir significa mudar. Após resolvermos um problema, aumenta a confiança em nós e brota a coragem para enfrentar problemas ainda maiores, principalmente quando as circunstâncias mudam, as pessoas sentem incertezas e temores, mas sabendo que não há progresso sem mudança, deixaremos de temê-las.

Jovens empreendedores não há o que temer, vamos progredir infinitamente! Se tivermos a convicção de que Deus está no comando orientando e protegendo, aplicarmos o Amor nas áreas em que atuamos, com o propósito de que o trabalho ou negócio ajudará o maior número de pessoas e que as tomadas de decisões impactarão positivamente questões mais amplas da sociedade e do meio ambiente, as ideais e soluções empreendedoras surgirão infalivelmente! Daí em diante, basta somente colocá-las em prática!

Departamento de Jovens Empreendedores da Associação dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL