Como as redes sociais podem influenciar positivamente o aprendizado e a expansão da consciência global e cósmica

Com o surgimento do computador, a história da tecnologia vem ganhando cada vez mais seu formato, bem como esse próprio aparelho em si vem se tornando o ícone das grandes descobertas científicas. É impensável o mundo moderno sem a internet, os e-mails e as redes sociais. E já que criamos um mundo tecnológico, é preciso compreendê-lo melhor para que possamos viver de modo racional, responsável e ético.

Analisemos, à luz dos ensinamentos da Seicho-No-Ie, como se dão as descobertas científicas e o seu papel na evolução dos seres e do planeta. O mestre Masaharu Taniguchi, no livro Princípio Básico da Felicidade, afirma que as grandes descobertas científicas são concretizações de boas ideias que surgiram na mente de quem captou as ondas da Sabedoria de Deus, presentes no Universo. A essa Sabedoria, damos o nome de Lei.

Conhecer uma Lei e aplicá-la corretamente corresponde a ver as portas se abrirem. Para tanto, faz-se necessário nortearmos de forma adequada os nossos esforços, além de purificarmos a mente e os ouvidos espirituais para nos sintonizarmos com as ondas da voz de Deus. Ouvindo atentamente essa voz, que vem do Alto, recebemos a orientação pertinente e necessária para desenvolvermos os estudos e as pesquisas no rumo apropriado. E isso, conseguimos obter precisamente com a prática diária da Meditação Shinsokan.

Ouvindo atentamente essa voz, que vem do Alto, recebemos a orientação pertinente e necessária para desenvolvermos os estudos e as pesquisas no rumo apropriado. E isso, conseguimos obter precisamente com a prática diária da Meditação Shinsokan.

Há quem pense que a religião se contrapõe à ciência. Tal pensamento é um equívoco, posto que à religião compete propiciar a inspiração para orientar os cientistas e facilitar seus estudos, levando-os às formidáveis descobertas científicas.

Desde a invenção do primeiro computador até os dias de hoje é notável o desenvolvimento tecnológico e, sobretudo, a criação das redes sociais que tiveram um impacto gigantesco em nossas vidas. Disseminadas em todo mundo, as redes sociais vêm aproximando pessoas de diferentes culturas e proporcionando profundas transformações nas relações humanas. Redes como WhatsApp, facebook e Instagram nos mantêm conectados em tempo real, e não podemos, portanto, negar a influência dessa cultura digital na sociedade.

Na obra Caminho da Paz pela Fé, o supremo presidente da Seicho-No-Ie, professor Masanobu Taniguchi, diz que o progresso da tecnologia traz muita prosperidade material, mas que, nem por isso gera necessariamente resultados negativos se aí atuar o poder ético, e os desejos humanos forem direcionados para o lado em que há a luz. Afirma, ainda, que no atual cenário em que o mundo se encontra, exposto a todo tipo de informação, não há outra solução senão fazer atuar o poder ético na mente das pessoas. E o que constitui a força motriz desse poder ético é a crença religiosa, a fé. A ética entre gerações, escreve, não pode ganhar forma sem se reconhecer o valor que transcende a vida individual.

Por essa razão, devemos voltar nossos pensamentos para a felicidade da humanidade da próxima geração, rever nossa maneira pessoal de levar a vida e adotarmos o modo de viver da Seicho-No-Ie: o modo de viver segundo o Princípio do Relógio de Sol, que registra apenas as horas radiantes, ou seja, com o preceito segundo o qual devemos lembrar e falar somente de momentos alegres e felizes e assim nos comportarmos de maneira iluminada.

Nesse sentido, ao criarmos posts nas redes sociais é importante não darmos nomes a fatos ruins, mas fazer o inverso. E, ainda que venhamos a enxergar fenômenos ruins, devemos retirar disso mensagens corretas e torná-las um guia para a nossa vida. Aí então o que parecia, em princípio, um mal, se converte em bem.

Convidamos você a adotar o modo de viver do Princípio do Relógio de Sol em seu Instagram, facebook ou WhatsApp, publicando apenas posts que alegram o dia a dia. Assim, a sociedade se tornará cada vez mais iluminada, reconhecendo seu potencial de transformação e levando uma vida que pensa também na felicidade do outro.

Se cada um de nós divulgarmos mais e mais esse pensamento iluminador, ou seja, essa fé positiva, formar-se-ão gradativamente maior quantidade de pessoas que gravam em seus pensamentos apenas as horas em que o Sol brilha (pessoas que registram somente as coisas boas, alegres e positivas em suas mentes), serão veiculadas mais notícias alegres e se manifestará cada vez mais o lado iluminado de tudo, resultando um mundo mais resplandecente.

Escrito por Crasso de Oliveira

Artigo publicado em: Revista Fonte de Luz – Ano LV - Nº596 – Agosto/2019 - pp. 20-22 – Seção: Educação da Vida em Família