O que é?

Ciclo de Estudos da Educação da Vida - CEEV
O que é?

Um dos propósitos da Educação da Vida é a reeducação do adulto por meio do que denominamos “transformação vivencial”, ou seja, só poderemos compreender a Verdade e modificar algo em nossas vidas através da vivência. Essa reeducação é fundamental para que o educador se perceba como Filho de Deus e possa conduzir sua prática educacional, ao se dirigir às crianças e jovens, de maneira que eles também manifestem uma conduta condizente ao Filho de Deus, que são.

O Ciclo de Estudos da Educação da Vida – CEEV é um movimento educacional alicerçado fundamentalmente na premissa de que existe unicamente o Bem – que é Deus e o que vem de Deus e com base no uso correto do poder da palavra, na expressão desse Bem absoluto. Propaga o princípio de que todo homem é Filho de Deus, possuidor de capacidade infinita.

A proposta de reeducação abre a perspectiva para uma autoanálise, sobre os valores que permearam a própria educação e formação, conduzindo-nos à reflexão e, muitas vezes, apresentando novas bases calcadas no conceito de Filhos de Deus que somos. Refletir profundamente sobre a sublimidade da vida humana, sua identidade e propósito é um dos objetivos do CEEV.

Com a transformação vivencial, as ações passam a se tornar necessárias devido ao processo de amadurecimento. Tais ações são fundamentadas em nossa VISÃO – “sermos reconhecidos como referência no setor educacional” e, em um segundo momento, o desenvolvimento de projetos pedagógicos e sua aplicação na comunidade escolar. Mais do que isso, impactar a sociedade brasileira por meio da ressignificação das práticas educacionais é a finalidade maior do CEEV. Pensar em ações capazes de atingir uma escola inteira, uma comunidade inteira e não apenas uma ou duas salas de aula, promovendo uma mudança social de forma prática, ativa e presente nas escolas. 

A comunidade científica desenvolve muitas pesquisas na área educacional, mas o impacto desta tecnologia ainda não chegou às escolas. É como se as pesquisas fossem feitas sobre as escolas e não para elas. Além disso, as relações familiares mudaram e poucas são as escolas que sabem lidar com essa mudança.  São desafios sociais com os quais é necessário lidar.

Portanto, permitir-se vivenciar o CEEV é abrir-se para uma nova e desafiadora proposta: ser Cidadão do Mundo e, como educador, exercer o nobre papel de criar as bases da Nova Civilização, ética e empática que sonhamos, baseada em valores sólidos e eternos.

O Ciclo de Estudos da Educação da Vida é considerado o principal trabalho da Superintendência dos Educadores da SEICHO-NO-IE DO BRASIL que, respeitando os alicerces construídos no passado, visa proporcionar uma mudança positiva do cenário educacional.

Ao longo dos anos, pudemos presenciar o encanto dos cursistas ao descobrirem a grandiosidade da Educação da Vida. Constatamos, também, que o aprendizado ocorrido modificou o modo de pensar dos nossos professores-alunos que, por sua vez, transformaram a sua prática, trazendo grande benefício à comunidade escolar: professores, diretores, coordenadores, pais, alunos e funcionários.

Atualmente temos 56 Regionais aplicando o CEEV.

Reproduzir vídeo
O Curso

O CEEV é um curso de extensão universitária (para aqueles que concluíram o ensino superior) com duração de três anos, havendo 8 (oito) encontros de 6 (seis) horas a cada ano.

Em termos didáticos-pedagógicos, é composto por três componentes curriculares e por atividades virtuais que complementam a formação, com o total de 200 horas/aula.

Os componentes são:

. Princípios e Fundamentos da Educação da Vida;

. Princípios da Imagem Verdadeira;

. Projetos em Educação da Vida.

O conteúdo filosófico de cada ano é baseado nos Três Pilares da Seicho-No-Ie:

  1. Somente existe somente Deus e a Imagem Verdadeira.
  2. O ambiente é reflexo da mente.
  3. Todas as religiões emanam de Deus Universal.

Para bem cumprir os objetivos propostos do CEEV, dentro de cada ano, os alunos são acompanhados para desenvolver no primeiro ano, seu memorial, no segundo ano um pré-projeto e no terceiro, a aplicação desse projeto – em campo – efetuando a mensuração dos resultados obtidos.

O número máximo de alunos é de 30 pessoas por turma. O corpo docente é formado por um orientador por componente curricular que permanecerá até o final do período.

A frequência mínima para a aprovação é de 75%, ou seja, 6 encontros.

A nota mínima para aprovação é 70. No CEEV não são realizadas provas. A avaliação no CEEV é feita por meio de trabalhos, considerando-se também a participação. Após apresentação dos trabalhos finais no último encontro do ano, os orientadores se reúnem em um conselho de classe para atribuir nota para cada aluno.

Os alunos do primeiro ano serão convidados a escrever o seu memorial de formação; os alunos do segundo ano escreverão um pré-projeto e os alunos do terceiro ano apresentarão a conclusão do projeto em Educação da Vida.

No final de cada ano, é possível solicitar o certificado de participação. Já o certificado de Conclusão é emitido pela Superintendência das Atividades dos Educadores no final do 3º ano, também pode ser solicitado os Certificados de Extensão Universitária, desde que o aluno tenha cumprido todas as exigências e apresentar os seguintes documentos: Diploma da graduação, Histórico da graduação, xerox do RG, CPF, comprovante de residência.

Diretrizes do CEEV
  1. Graduar Preletores, Líderes da Iluminação e Profissionais da Educação para que implementem ou subsidiem Propostas Pedagógicas alicerçadas nos princípios da Educação da Vida.
  2. Consolidar a Associação dos Educadores da SEICHO-NO-IE DO BRASIL nas Regionais Doutrinárias, com vistas particularmente em ações localizadas e acessíveis que possam espontaneamente ser cooptadas pela comunidade educacional, e facilmente apreendidas, adequadas e lavadas a efeito pelas diversas comunidades escolares.
  3. Propiciar acesso a formalidades técnico-operacionais, organizacionais e doutrinárias necessárias aos profissionais de Educação, a fim de que venham a atuar conosco como verdadeiros companheiros no Movimento Internacional de Paz pela Fé, na qualidade de Preletores/Líderes da Iluminação.
  4. Incentivar e subsidiar o desenvolvimento de Planos Estratégicos de ações, projetos educacionais, planos de gestão e propostas pedagógicas, em conformidade com a VISÃO da Associação dos Educadores da SEICHO-NO-IE DO BRASIL.
Objetivos Específicos
  1. Implantar o projeto de EaD – Educação a Distância, com presença virtual (modalidade de estudos flexibilizada, por meio de propostas educativas enriquecedoras, com o uso crítico das NTICs (Novas Tecnologias da Informação e Comunicação), visando ao atendimento de preletores, líderes da iluminação e profissionais de educação.             .
  2. Instrumentalizar Preletores/Líderes da Iluminação atuantes, com formação acadêmica na Área Educacional ou que não a tenham, na abordagem da Educação da Vida, a fim de atender a demanda da SEICHO-NO-IE DO BRASIL e das instituições educacionais e de ensino.
  3. Instrumentalizar e capacitar Profissionais em Educação atuantes na abordagem da Educação da Vida.
  4. Implantar entre as Regionais Doutrinárias o CEEV (Ciclos de Estudo da Educação da Vida).
O Início

Antes de iniciarmos a concepção do CEEV, reuniu-se na Sede Central, em meados de 2006, um seleto grupo de educadores da SEICHO-NO-IE DO BRASIL incumbido de elaborar objetivamente os textos norteadores que traduzissem, de forma precisa, a Missão e a Visão da Associação dos Educadores. Foram quase três dias de pesquisas, debates e estudos, até chegarmos à versão final.

Uma das oportunidades identificadas foi a existência de grande número de escolas nas quais a Educação da Vida poderia ser divulgada. Essa demanda exigia a formação de mais preletores, pois percebeu-se ser insuficiente o número de preletores para atuar nas escolas e falar sobre a Educação da Vida

Feito isto, precisávamos implementar estratégias para “sermos reconhecidos como uma referência no setor educacional brasileiro”. Assim, nasceu o CEEV – Ciclo de Estudos da Educação da Vida, a fim de, como expusemos anteriormente, fazer cumprir nossa Missão, Visão e Valores, bem como atender uma necessidade de nossa organização: capacitar e formar preletores e líderes da iluminação para atender à grande demanda de palestras solicitadas, principalmente, pelas escolas brasileiras.

A primeira turma do CEEV, composta por 35 alunos, realizou, então, seu primeiro Encontro no dia 10/03/2007, no “Centro Empresarial do Aço”, local de eminente destaque, em meio a projetos arquitetônicos de vanguarda, na cidade de São Paulo.

Os orientadores da 1ª turma do Ciclo de Estudos da Educação da Vida-CEEV, foram:

. Marcos Rogerio Silvestri Vaz Pinto

. Milton Kazuo Norimatsu

Outro ponto muito importante foi que com a criação da turma inicial do CEEV, houve a proposta de desenvolvimento dos projetos desde o primeiro ano.   O aluno do CEEV começava a estudar e uma de suas atividades era o desenvolvimento de um projeto.

Incialmente, teve-se a impressão de que os resultados seriam positivos, mas quando as turmas se expandiram para as Regionais houve uma evasão muito grande. 

Pesquisou-se e debateu-se muito até perceber-se que as pessoas ficavam receosas de criar um projeto, principalmente logo no primeiro ano de curso. Isso é compreensível, pois ao longo da educação tradicional, o aluno brasileiro foi acostumado apenas a responder questões de conhecimento nas provas, privando-se de pesquisar e de emitir sua própria opinião. E isso dificulta a criação e o desenvolvimento de projetos.

Como resolver? A professora Rosemeire Coelho do Nascimento Gonçalves, educadora que na época trabalhava com a Superintendência, comentou que as universidades estavam optando pela prática da escrita do memorial, como um instrumento de formação. Segundo ela, a implantação do memorial no primeiro ano serviria como um “aquecimento” para o desenvolvimento do projeto, pois o aluno trabalharia criatividade, organização, redação, entre outros aspectos.  A sugestão foi debatida na Comissão Executiva Central dos Educadores – órgão deliberativo – que considerou a ideia bastante interessante. Então, optou-se por sua implantação no primeiro ano, deixando o projeto para o ano seguinte.  O resultado foi muito positivo e a evasão diminuiu.

O curso anualmente passa por uma avaliação criteriosa pela Comissão Executiva Central dos Educadores, ouvindo os coordenadores e orientadores para fazer os ajustes necessários, o que torna-o sempre atualizado e dinâmico.

Informações

No ano de 2020, devido a pandemia (COVID-19), o CEEV aconteceu de forma virtual, com realização de atividades assíncronas pela maioria das regionais. 

Para informações sobre o CEEV em 2021, escreva para: ceev@sni.org.br