Página Principal
Academias
Sobre a Seicho-No-Ie
Forma Humana
Práticas e Cerimônias
Presidentes
Meio Ambiente
Museu Histórico
Organizações
Artigos
Relatos
Notícias
Mensagem do Dia
Lista de Orações
Sede Central
Domingo da SNI
Semana da Paz
Seminário da Luz
Programação 2013-2014
Seicho-No-Ie no Ar
Revistas da SNI
Círculo de Harmonia
Enkan
Brasil Português
Brasil Japonês
América Latina
Outros países
Fale Conosco
Webmaster
Regras de Internet
Direitos Autorais
 


Por que praticar atos de caridade?


Segundo o dicionário Michaelis, caridade significa bondade, bom coração. Mas por que praticar atos de caridade? Que atitudes são consideradas de ajuda ao próximo? A Seicho-No-Ie também realiza ações sociais, nas quais os adeptos e simpatizantes contribuem. Sobre esses assuntos, entrevistamos o Aspirante a Preletor da Sede Internacional Paulo Seichisti Saita, responsável pelas ações sociais da Seicho-No-Ie.

SNI - Na visão da Seicho-No-Ie o que é caridade?

Preletor Saita - Na visão da Seicho-No-Ie caridade é o ato de minimizar o sofrimento alheio, solidarizando-nos, sem esperar recompensa material.

SNI - Por que praticar atos de caridade?

Preletor Saita - Realizamos atos de caridade porque quando praticamos atos de caridade nos tornamos mais humanos. Pregamos o princípio da prosperidade: “Dá e receberás”

SNI - Como é possível ajudar o próximo? Necessariamente precisa ser doação material, por exemplo?

Preletor Saita -  Podemos ajudar o próximo de muitas maneiras: dirigir uma palavra amiga; elogiar; orientar como resolver uma dificuldade; ajudar monetariamente; ajudar oferecendo materiais; fazer visitas a asilos estendendo as mãos, dando um abraço e dirigindo palavras de carinho, pois é o que mais os idosos carecem; realizar trabalhos voluntários, etc.

SNI - Como deve ser a postura mental de quem ajuda o próximo?

Preletor Saita -  A postura mental de quem ajuda o próximo deve ser de desprendimento, sem esperar recompensa.

SNI - Quais os benefícios que essa atitude pode trazer não apenas para a pessoa que doa, mas também para a humanidade?

Preletor Saita - O ato de doar torna a pessoa mais próxima de Deus, bondosa, amorosa, bem quista, tornará a pessoa mais feliz e humana. Quanto mais pessoas despertarem para o ato de caridade, um mundo mais solidário e feliz teremos.

SNI - Por que a Seicho-No-Ie possui projetos sociais? No que eles contribuem?

Preletor Saita - A Seicho-No-Ie possui projetos sociais porque estamos inseridos no contexto social do país. A Seicho-No-Ie dirige:

a) A escola Ceimar, com 280 alunos, do 1º ao 9º ano, no município de Maxaranguape – RN;

b) A Creche Paraíso, com 56 crianças de 2 a 4 anos, no município de Atibaia – SP;

c) Casa de Repouso da Grande harmonia, com 19 residentes de ambos os sexos;

No primeiro semestre a Seicho-No-Ie também realizou a campanha do agasalho; e no segundo semestre irá realizar a Campanha Pró-Natal, na qual beneficiará mais de 400 entidades beneficentes em todo do Brasil. E há ainda o Teleton, programa televisivo que arrecada doações para a AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente), que usa os recursos para a construção de centros de reabilitação e para continuar mantendo os serviços já existentes. As doações vêm de adeptos de todo o Brasil e o valor é entregue no palco durante a maratona de shows e doações que acontece uma vez ao ano no Sistema Brasileiro de Televisão (SBT).

Quem quiser saber mais sobre caridade, o preletor Saita recomenda a leitura do livro “A Chave da Provisão Infinita” de autoria do sagrado mestre Masaharu Taniguchi, fundador da Seicho-No-Ie.

por Ariane Ueda