educadores
Entre em nossa página oficial do Facebook

Alfabetização de Jovens e Adultos


Confira nossa matéria especial: Clique aqui!

Histórico

No dia 2 de fevereiro de 2009 a Seicho-No-Ie do Brasil recebeu a aprovação da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo para implantação do projeto Movimento de Alfabetização de Jovens e Adultos, o Mova. A ação está sob a coordenação geral da Superintendência das Atividades dos Educadores, pela qual responde o superintendente, preletor Marcos Rogério Silvestri Vaz Pinto e com o apoio da Diretoria Central, sob a orientação do Presidente Doutrinário para América Latina, professor Yoshio Mukai, e da diretora-presidente da Seicho-No-Ie do Brasil, professora Marie Murakami.

O projeto Mova visa o combate do analfabetismo entre jovens e adultos com idade igual ou superior a 14 anos, proporcionando o atendimento daqueles que não tiveram acesso ou continuidade de estudos no ensino fundamental.

Em 2011 a SEICHO-NO-IE DO BRASIL assumiu completamente a coordenação da alfabetização de Jovens e Adultos, dando continuidade a este trabalho que, além de garantir a alfabetização destes alunos, trabalha sua autoestima e melhora em diversos aspectos de sua vida.

Iniciando com 25 pessoas, as aulas acontecem de segunda a quinta-feira, das 17h às 19h30, na Sede Central da Seicho-No-Ie do Brasil, na sala 08. As aulas são monitoradas pela professora Maria Terezinha Braga desde o início do projeto.

Diferencial destas aulas é a Educação da Vida é aplicada nas aulas -

Com os conteúdos sendo aplicados, aliados aos preceitos da Educação da Vida, os alunos se dizem satisfeitos com os novos horizontes que se abrem diante deles.
A utilização de palavras de amor e elogio consegue exteriorizar o potencial que cada aluno traz dentro de si e, com isso, eles obtêm excelentes resultados.

– “Minha vida mudou. Já sei ler e escrever graças ao incentivo e a paciência da professora. Antes eu via o mundo escuro e hoje tudo clareou para mim”. – Afirma a aluna Edézia Maria de Aguiar.

– “É surpreendente a motivação, a força de vontade, a perseverança e a determinação dos alunos em aprender a ler e escrever, e também em aprender a falar corretamente a língua portuguesa” – avalia a professora e também preletora Maria Terezinha, que também informa que a maioria dos alunos é de descendência japonesa e possui entre 50 e 84 anos de idade.”.

Ainda há vagas -

As matrículas podem ser efetivadas em qualquer época do ano. Não é necessário ser alfabetizado, o aluno terá uma atenção individualizada até que possa estar no mesmo nível dos demais alunos. Embora o curso não seja certificado, caso o aluno queira dar continuidade nos estudos o mesmo será encaminhado para uma escola que tenha o Projeto EJA-Ensino de Jovens e Adultos.

Os interessados podem obter mais informações pelo fone (11) 5014.2237 /5014.2253, por e-mail: educadores@sni.org.br, ou pessoalmente na Superintendência das Atividades dos Educadores, na Sede Central da Seicho-No-Ie do Brasil, à Avenida Engenheiro Armando de Arruda Pereira, 1266, Jabaquara, São Paulo.



Voltar